Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

mamãe mais coragem

MAMÃE MAIS CORAGEM

Fosse viva a minha mãe eu lhe pediria coragem
que a paisagem está funesta
coragem mãe coragem
que as pontes de safena não levam a viadutos
procissões pisam fibras por fibras as flores dos filhos
os santos são santos empecilhos reze minha mãe reze
reze ao que lhe preze
que a paisagem exige coragem
rezas fortes
benzedeiras primitivas
vozes ativas além dos guetos fosse viva a minha mãe eu lhe pediria coragem
e um abraço com café com leite
pediria bolinhos de chuva
para açucarar meu desatino
minha chuva de tempo de menino coragem mãe coragem
que a paisagem está funesta
mamãe não chore, não implore
não conjugue o pronome pessoal do caso reto
não declame Torquato Neto meu coração está fora do peito
pra tudo uma mãe há de dar jeito
mamãe não chore
a vida é assim mesmo
uma porção de choro
misturada com uns versos a esmo
Ricardo Soares, 30-1-2018

Últimas postagens

LOIRINHA

Meu pai não foi me buscar

gorilas jantando

Os extremos em um bueiro fedorento

De volta ao bizarro Dr.Rey

arquipélagos de ignorância

Anestesia de ano novo

Meu remoto encontro com Mário Quintana

Das leituras e não leituras de 2017

UM PASSO PARA AMAR E SER AMADO